NOVE DE ABRIL

http://www.rtp.pt/noticias/portugal-na-1-grande-guerra/uma-guerra-muitas-musicas_es907589

Quando criança ouvi várias vezes meu pai e minha mãe cantarem esta triste música, “Carta de Nove de Abril”, em que um soldado manda uma carta à sua esposa dizendo que ficou mutilado no campo de batalha.

Nesta data durante a Primeira Guerra Mundial , vários soldados portugueses morreram em batalha em Lays na Bélgica. O heroísmo dos lusos era tanto que inimigos alemães sepultaram alguns e na cruz do sepulcro, escreveram, aqui jaz um corajoso e heróico soldado português.

No armazém de meu pai e na cozinha de nossa casa tínhamos aparelhos de rádio e entre outros programas ouvíamos o Nuno Madeira em “Saudades d’além mar” , o pariense Júlio Pereira com o “Longe dos olhos e perto do coração” e outros.

Na rua das Olarias morava o seu Emílio, técnico de rádios que esteve na Primeira Guerra como telegrafista e no largo Eduardo Rudge o sapateiro italiano Beppe que também lá esteve e que não gostavam muito de falar nos horrores da luta entre humanos.

Enfim , por este motivo é que sempre devemos lutar pela paz, ainda mais num momento como este , em que políticos inescrupulosos insistem em dividir a nossa Pátria em nós e eles e daí para uma conflagração é muito rápido.

Jayme Antonio Ramos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s