Parienses famosos

Hoje vamos falar de um pariense famoso, o grande pugilista João Henrique.

Garoto lutador, de infância pobre na rua João Boemer, trabalhava já maiorzinho na extinta CIPAL, fábrica de doces.

Desde cedo interessou-se pelo boxe e ingressou no Luzitano F. C. pegou gosto pela coisa , passou pelo CMTC Clube, Portuguesa e depois profissionalizou-se, não sem antes ter conquistado uma Medalha de Prata nos Jogos Panamericanos, vice campeão devido ter jogado a Finalíssima, fortemente gripado e com febre alta.

Extraímos um trecho do site “Alma Lusa “, onde descrevem resumidamente este grande pariense.

O maior destaque na Portuguesa, no entanto, foi João Henrique. O atleta iniciou sua carreira no Lusitano do Pari, em 1962, alcançando grandes glórias no pugilismo: foi Campeão do Torneio amador Forja dos Campeões, Campeão Brasileiro dos meios-médios, vice-campeão panamericano e 3º colocado na Olimpíada de Tóquio.

Equipe de Pugilismo da Portuguesa / Foto: Lusa, uma História de Amor

Entre tantas conquistas, merece destaque sua vitória sobre o campeão brasileiro João Tavares, no ginásio do Canindé, em 24 de Outubro de 1979, usando o escudo e as cores da Portuguesa.

João Henrique lutou na sua vida e na sua morte. E lutou pela preservação da vida dos outros.

Em 10 de Março de 1982, o pugilista voltava de Mogi das Cruzes, onde estudava educação física, quando o ônibus em que se encontrava se envolveu em um acidente. Apesar do pânico das vítimas, João salvou várias pessoas. Apenas horas depois é que, passando mal, foi levado ao hospital. Lá faleceu, com hemorragia interna.”

Neste acidente, estava um meu primo que testemunhou e participou do salvamento de várias pessoas e confirma a abnegação do grande lutador João Henrique, que teve participação ativa nos salvamentos , esquecendo-se de si próprio, mesmo com dores, foi um verdadeiro anjo para os estudantes.

João desde menor se revelava uma pessoa de caráter reto e batalhador, essa empresa que mencionei acima na rua Rio Bonito, do ramo de doces , era de uns parentes meus. Esses donos da fábrica e vários funcionários , sempre elogiaram a conduta do João Henrique. Era casado com uma filha do reporter esportivo GB Geraldo Blota e deixou um filho.

Nossas homenagens a esse pariense Campeão !

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s