GRES Colorado do Brás
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Colorado do Brás
Fundação 1 de Outubro de 1975 (34 anos)
Cores Vermelho e branco
Símbolo Estandarte
Bairro Pari
Presidente Leandro Nascimento
Presidente de honra Paulo Severino de Lima
Carnavalesco Leonardo Franco
Intérprete oficial Pê Santana
Diretor de bateria Mestre Rogério
Rainha da bateria Elaine Poderosa
Madrinha da bateria Rose
Musa da bateria Tainá Caldas
Desfile de 2011
Enredo Deu a Louca no Planeta
O Grêmio Recreativo Escola de Samba Colorado do Brás é uma escola de samba do carnaval de São Paulo.
História:

A escola de samba Colorado do Brás[1] foi fundada em 1975 a partir da torcida de um time de futebol de várzea, no qual alguns dos seus fundadores participavam. Sua fundação deve-se a prestigiosas figuras do samba da cidade de São Paulo, como José Preto e D. Marta, Tino Guedes, que decidiram formar a agremiação por nas adjacências não haver similar, mesmo o bairro sendo um celeiro de renomados artistas populares.
Sua história é marcada por belos desfiles, estando a escola presente no Grupo Especial de São Paulo entre os anos de 1986 à 1992. Entre 1991 e 2003 possuiu uma quadra social na avenida Carlos de Campos, no bairro do Pari.
Em 2008 a “Colorado do Brás” desfilou no Anhembi pelo Grupo 1 da União das Escolas de Samba de São Paulo com o enredo de reedição referente ao seu célebre samba de 1988 (Catopês do Milho Verde, de escravo a rei da festa), sendo considerado um dos memoráveis momentos da história do carnaval paulistano. mas nesse carnaval a escola terminou na 5º colocação
Em 2009 apresentou o De Janeiro a Janeiro, a Colorado faz a festa o ano inteiro, porém por ter levado componentes a menos e ter sido penalizada em 144 pontos,acabou ficando na 12º colocação, com 110,50 pontos descendo assim para o Grupo 2 da UESP.
Em 2010 logo após outro rebaixamento, assume a presidencia Leandro Nascimento, acompanhado do vice presidente “Cá”, do diretor financeiro “Patchoco” e da secretaria Luciene “PretaLove Samba” com ideal de aplicar uma cultura de transparencia para os novos rumos da entidade.
A nova diretoria ja tem definido o enredo de 2011 que será “Deu a Louca no Planeta” do diretor de carnaval e carnavalesco Danilo Dantas que retorna para escola esse ano.
Em breve a escola pretende apresentar muitas novidades para comemorar 35 anos em grande estilo e trazer a Colorado de volta aos grandes desfiles.
Enredos

Colorado do Brás
Ano Colocação[2] Grupo[3] Enredo Carnavalesco
2003 Vice-Campeã 1-UESP Metamorfose Bantu Lucas Pinto
2004 8ºlugar Acesso Da Nobreza ao Popular, São Paulo dá Uma Colher de Chá Gilson Tavares
2005 6ºlugar 1-UESP Xavante! Guerreiro Gigante Mauro de Oliveira
2006 3ºlugar 1-UESP Tempo e o Vento, Suas Causas e Efeitos Léo Santos / Lacunha
2007 5ºlugar 1-UESP Negro, o grande ventre que gerou seus filhos, atravessando o mar aqui chegou. No esplendor de uma raça, essa cultura germinou Eduardo Caetano
2008 5ºlugar 1-UESP Catopês do Milho Verde, de escravo a rei da festa Lucas Pinto
2009 12ºlugar 1-UESP De Janeiro a Janeiro, a Colorado faz a festa o ano inteiro. Armando Barbosa
2010 12ºlugar 2-UESP Da descoberta a chama da razão a Colorado descobre o fogo Fábio Gouveia
2011 3-UESP Deu a Louca no Planeta – Dantas
Foi fundada no Brás, sua sede é no Brás, mas oficialmente é uma escola de samba do Pari. É aquele termo a que me refiro sempre, bairro, quando falamos no nosso bairro, englobamos o subdistrito Pari, com seus bairros , Canindé, Alto do Pari e o
bairro do Pari propriamente dito e os trechos lindeiros do Brás , Belenzinho , Luz, Ponte Pequena, que digamos, recebem influência do nosso querido Bairro Doce de São Paulo.

About these ads